POLÍCIA  AMBIENTAL

Polícia Militar do Estado de São Paulo

Sobre o Policiamento Ambiental

O Policiamento Ambiental, maior força policial estadual voltada à proteção da natureza da América Latina, é uma das unidades especializadas da Polícia Militar do Estado de São Paulo que atua nos 645 municípios e em todo o litoral.

Possui 100 unidades de atendimento integradas com um efetivo fixado de 2.144 homens e mulheres dedicados ao policiamento ambiental. Possui mais de 400 viaturas, embarcações e motocicletas. Conta ainda com um helicóptero biturbina, Augusta Grand New, dedicado à fiscalização da Serra do Mar, dos mosaicos da Mata  para o monitoramento da Serra do Mar e litoral.

Conta com recursos de monitoramento por satélites que monitoram as regiões de interesse e locais de difícil acesso. Atua ainda de maneira especial nas regiões de relevante interesse ambiental, como nas Unidades de Conservação do Estado, que juntas somam mais de 760 mil hectares.

Comandante

Cel PM Paulo Augusto Leite Motooka

“O trabalho do Policiamento Ambiental é de importância universal. Enquanto outras modalidades de policiamento protegem nossas individualidades, como a vida, patrimônio ou o trânsito, nós protegemos o meio onde vivemos.

Protegemos a natureza que nos cerca: os animais do nosso ecossistema, o ar que respiramos, as águas que nos abastecem.

Em um mundo onde a poluição e a degradação ambiental estão colocando em risco o futuro de nossos filhos, nós, do Policiamento Ambiental, temos a missão de assegurar um mundo melhor para as gerações futuras".

Natural de Araçatuba, o Comandante do Policiamento Ambiental é formando em direito, com especialização em meio ambiente pelo Centro Universitário Toledo, e também em psicologia pela Universidade Paulista, o coronel também possui os cursos de mestrado e doutorado em Ciências Policiais de Segurança e Ordem Pública pela Academia do Barro Branco.